Política: “Não sei se vou ou se fico; Não sei se fico ou se vou”

Arte: reprodução

Tubaronense, Lucas Vieira, 24, é jornalista formado desde 2017. Iniciou na comunicação atuando como estagiário, depois auxiliar de estúdio e paralelamente como apresentador na Unisul TV. Após deixar a emissora, integrou o time de comunicadores da Rádio Cidade. Agora, além de diretor geral do Portal Infosul, todas as quartas-feiras também será responsável por escrever os bastidores da política regional.

 

Janela Partidária

Na próxima sexta-feira, dia 3 de abril, encerra o período de janela partidária, que permite a troca de partido sem risco de perder o mandato para quem o possui. E, para iniciar essa coluna, seguem algumas apostas em relação à Câmara de Vereadores de Tubarão:

> Dorli Fernandes, ou simplesmente Licão, deve deixar o PP e seguir para o PL. Seria uma resposta ao Poder Executivo por tê-lo exonerado da Secretaria de Obras? Ele nega.

> Já o vereador João Fernandes, não tarda para oficializar sua entrada no PL, de seu líder Jorginho Mello. O parlamentar afirma que será pré-candidato a prefeito, será?

> José Luiz Tancredo, oposição ferrenha, caminha para deixar o PSDB. Sua nova sigla, muito provavelmente será o MDB, mantendo-se na oposição. A coluna conversou com o vereador, que confirmou estar negociando sua saída do atual partido, mas não deu detalhes do seu rumo; “Não ficou ninguém, né”, disse.

> Claro, os vereadores Chumbinho e Xandão, também já deram seu ‘tchau’ ao PSDB e devem ingressar nas fileiras do chapão do PSD;

> PSD que, inclusive, recebeu o ex-MDB Douglas Antunes; que foi o primeiro a usar a janela partidária;

> Em contrapartida, o vereador Dalton Marcon, confirmou sua saída do PSD e já assinou com o MDB, na presença da nata MDbista catarinense;

> Outro que saiu do MDB foi o vereador Cascão, que deverá ir para o PP ou PSD;

Sem Cargo para Candidatar-se

Já que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em nota, reafirmou que os prazos do calendário eleitoral estão valendo, também na sexta-feira é o prazo para quem possui qualquer cargo comissionado, ter que pedir sua exoneração – ficar sem emprego e salário – para buscar a tão sonhada cadeira no legislativo ou executivo. Na próxima semana, listamos os nomes.

Vão buscar cadeiras no Legislativo Municipal

Partidos: PP, PSD, MDB, PL, PSL, PT, PSDB, PRB, PSC, DEM, NOVO, SD, PDT, PODE e CIDADANIA.

A legenda para conquistar uma vaga, se for 17 vagas, deverá ser em torno de 3.400 votos.

A coluna aposta que vão conseguir: PP, PSD, MDB, PL, PSL, PT, PSDB, PRB E CIDADANIA.

Vai ter Eleição

Apesar de haver quem queira e acredita que, o correto moralmente, seja usar os quase 8 bilhões de reais (valor estimado no custo da eleição de 2020) para o combate ao novo coronavírus e também para o reforço na economia. É importante lembrar que há 5.568 vagas para o cargo de prefeito, 57.931 para vereadores (dados 2016), e pelo menos meio milhão de pré-candidatos querendo esses postos em todo o país. Será que os Deputados e Senadores vão priorizar a crise ou o meio milhão de futuros cabos eleitorais?! Com a palavra o Congresso Nacional, pois só eles podem resolver essa situação, já dita pelo TSE...

Dizem por aí...

Que tem vereador querendo criar uma lei para usar os salários dos vereadores nessa crise, se seu coração deseja isso, não espere pelos demais, já faça a doação do seu, afinal é só querer...

Que nas últimas semanas de janela partidária o mercado inflacionou tanto, que teve presidente de partido chutando o balde, será...

Que tem partido por ai, que tá criando até fórmula nova para eleger vereador, ou seja, quem entende mesmo do assunto, não cai, mas já quem não entende, compra até terninho para posse ...

Que essa pandemia, ta mostrando quem é quem nas gestões ...

Que em Tubarão, teremos no mínimo quatro candidaturas ao Paço Municipal, será ...