Primeira morte por coronavírus é confirmada na Amurel; número de infectados sobe para 48

Foto: reprodução

Um paciente de São Ludgero morreu na madrugada de hoje, 04, em decorrência do novo coronavírus. Aislan Crozeta Corrêa, 32 anos, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Donato, em Içara. Ele testou positivo para COVID-19 no último dia 21 de março. Aislan é a primeira vítima fatal da doença na região da Amurel. Ao todo, Santa Catarina soma seis óbitos. (Confira a nota oficial do hospital no fim da matéria)

Em vídeo divulgado na manhã deste sábado, 04, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, atualizou os números de casos confirmados para COVID-19 no Estado. Agora, são 334 pacientes testados positivo para o novo coronavírus; ontem eram 301. O gestor também disse que 121 pacientes estão internados em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), destes 30 estão infectados, outros 91 aguardam o resultado do Laboratório Central de Saúde Pública, o Lacen. Do total de pacientes em UTI (confirmados e suspeitos), 78 estão fazendo uso de ventilação mecânica.

Entre os municípios da Amurel, os números também subiram. Ontem eram 43, agora são 48.

Tubarão: 16 casos confirmados;

Braço do Norte: 15 casos confirmados;

Laguna: 01 caso confirmado;

Imbituba: 06 casos confirmados;

Gravatal: 04 casos confirmados;

Jaguaruna: 02 casos confirmados;

Pescaria Brava: 01 caso confirmado;

São Ludgero: 03 casos confirmados;

Distribuição dos casos por idade:

10 a 19 anos – 2 (0,6%)
20 a 29 anos – 42 (12,6%)
30 a 39 anos – 79 (23,7%)
40 a 49 anos – 52 (15,6%)
50 a 59 anos – 63 (18,9%)
60 a 69 anos – 63 (18,9%)
70 a 79 anos – 20 (6,0%)
80 a 89 anos – 11 (3,3%)
90 a 99 anos – 1 (0,3%)
100 a 109 anos – 1 (0,3%)

*Dados oficiais do Governo do Estado de Santa Catarina.

Nota oficial do Hospital São Donato, de Içara, sobre a morte do paciente vítima de COVID-19

"O Hospital São Donato lamenta a morte de um paciente com coronavírus às 5h50 deste sábado, dia 4. Foram quase 15 dias de luta pela vida. O homem, de 32 anos, não tinha patologias associadas, estava sob ventilação mecânica e teve uma parada cardiorrespiratória.

O exame havia sido coletado anteriormente a transferência para a Unidade de Terapia Intensiva e o resultado para o COVID-19 foi confirmado durante o tratamento, desde o início, realizado em isolamento. Neste momento, nos solidarizamos com a família e também com a equipe que não mediu esforços para que o fim dessa história fosse de retorno para a família.

Em meio a pandemia de coronavírus, o HSD atendeu dois pacientes na UTI com diagnóstico conclusivo. O primeiro caso, de 52 anos, recebeu alta hospitalar em 18 de março para isolamento domiciliar e acompanhamento da Vigilância Epidemiológica de Braço do Norte. Por ora, o HSD tem somente uma mulher de Içara sob suspeita. Ela possui 30 anos e aguarda o resultado do exame em leito de isolamento fora da UTI."