Professores são investigados por fazer sexo em escola localizada na Amurel

infosul
Foto: reprodução

A Secretaria de Estado da Educação (SED) investiga denúncias de sexo entre professores dentro das dependências de uma escola localizada na cidade de Pedras Grandes, no interior da Amurel. Há também a suspeita de agressão contra aluno e ameaça contra servidores que presenciaram o ato.

Uma Comissão de Sindicância Investigativa será criada pela SED (portaria 488, de 14 de março), com duas servidoras lotadas em Tubarão. Elas vão apurar possíveis irregularidades na unidade escolar. A gestora da escola da época dos fatos também é investigada, por supostamente descumprir a carga horária de trabalho na íntegra.

CLIQUE AQUI PARA SEGUIR NOSSO INSTAGRAM

A conclusão dos trabalhos deve ocorrer em até 30 dias, contados a partir da publicação no Diário Oficial do Estado, em 16 de março. O prazo pode ser prorrogado em mais 30 dias, caso seja necessário.

Procurada pela reportagem do portal de notícias ND+, a Secretaria de Estado da Educação informou que, como os procedimentos são internos, estão em andamento ou sob sigilo, prefere não dar mais detalhes para não prejudicar as investigações.

Informações: ND+

× Fale com o Infosul