Ronaldo Sant’Anna: Samba do afrodescendente com problemas mentais

Foto: Reprodução

O jornalista Sérgio Porto, um arguto observador da realidade nacional, criou um alter ego, o qual denominou de Stanislaw Ponte Preta, e em nome deste fez algumas das mais lúcidas e ácidas análises sobre o Brasil e os brasileiros. Em relação à política, foi autor de uma das mais engraçadas analogias sobre a atuação dos nossos representantes, tanto no legislativo como no executivo, uma crônica que tinha o título de “Samba do crioulo doido”. Nela, o responsável pela criação de um samba-enredo para uma escola, que sempre obedeceu ao regulamento, falando sobre a história do Brasil, e tome inconfidência, abolição, Chica da Silva, independência, até que um dia o tema foi “atual conjuntura”. Aí o compositor pirou, misturou tudo, e saíram versos como este:

“Foi em Diamantina, onde nasceu JK

E a princesa Leopodina lá resolveu se casar.

Mas Chica da Silva tinha outros pretendentes,

E obrigou a princesa a se casar com Tiradentes.

Laiá, laiá, laiá, o bode que deu vou te contar”.

         Lembrei desta crônica esta semana, analisando a atuação do governo federal, que mais parece um bando de malucos, batendo uns nos outros, aliados de ontem transformados em inimigos hoje, em uma autofagia constrangedora. Enquanto isso, a oposição só observa, munida de pipoca e refrigerante, os conflitos dentro do executivo brasileiro. Parece que haverá um pequeno interregno na refrega, uma vez que o presidente vai sair em viagem durante quase duas semanas, o que deverá colocar o vice Mourão no cargo, quase uma garantia de pouca ou nenhuma polêmica. Em tempos politicamente corretos, é óbvio que o título desta coluna não poderia ser o original, sob pena de linchamento público, por isto a adaptação para “Samba do afrodescendente com problemas mentais”. As minorias podem ser bem drásticas.

 

Esse texto é de responsabilidade do autor e não necessariamente expressa a linha editorial deste portal. Esse espaço é dedicado aos leitores do Infosul. Todos que quiserem escrever um artigo e fazer a publicação no Infosul podem enviar a solicitação para o e-mail: redacao@portalinfosul.com.br.