Sala do Empreendedor, em São Martinho, atinge excelentes resultados

Foto: reprodução

Empreender está cada vez mais fácil em São Martinho. Uma pequena ideia sempre pode virar um grande negócio. E é esse o propósito da Sala do Empreendedor no município. Com o auxílio de profissionais altamente capacitados, a sala oferece cursos e auxilia na estratégia de negócio do microempreendedor local.

Esse trabalho tem obtido excelentes resultados. Segundo dados do Governo Federal, já são 342 empresas ativas no município. Destas, 77 são pequenos empreendedores individuais, e ao menos 40 deles receberam consultoria.

A dedicação e persistência desses MEIs fomenta também a economia local. Pelo menos 6,75% dos custos da Administração Municipal, entre fevereiro/2019 e julho/2020, foram destinados à categoria. O percentual de microempreendedores que prestaram serviços ou forneceram insumos para o Setor Público é equivalente a R$ 630.705,00.

Quem se torna um Microempreendedor Individual – MEI – só tem vantagens. Além de ser dono do próprio negócio, o pequeno empresário passa a ter um CNPJ, consegue emitir notas fiscais, não paga impostos, e ainda contribui com o INSS, garantindo aposentadoria.

O processo de cadastro do MEI é fácil e rápido. Em São Martinho, esse registro leva menos que 15 minutos e pode ser feito direto na Sala do Empreendedor ou pela internet. Depois, basta seguir as orientações do atendente e pronto. Todo esse processo é gratuito.