Seis municípios da Amurel recuam e não acatam fechamento total do comércio

Foto: reprodução

Seis municípios não acataram a recomendação do Comitê Regional de Saúde da Amurel, firmada na última terça-feira, 14, em uma assembleia entre os prefeitos, para a promoção de uma quarentena. Grão-Pará, Braço do Norte, Rio Fortuna, Santa Rosa de Lima, Jaguaruna e Imbituba recuaram e optaram por elaborar protocolos próprios para o combate ao novo coronavírus. Entre as medidas diferenciadas, as cidades preferiram não fechar o comércio e outras atividades consideradas não essenciais.

Os gestores de Braço do Norte, Rio Fortuna, Santa Rosa de Lima e Grão-Pará se uniram e formaram um Comitê Extraordinário do Vale de Braço do Norte, formado por três médicos e uma engenheira sanitarista, para analisar a última recomendação do Comitê da Amurel. As cidades têm até o fim desta semana para apresentar um parecer técnico-científico que deverão nortear as próximas ações restritivas nos municípios.

Já o município de Jaguaruna emitiu um decreto pouco restritivo. Em tese, o comércio poderá funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h30, fechando aos sábados, domingos e feriados.

Em Imbituba, o prefeito Rosenvaldo da Silva Júnior, que também é médico, afirmou que elaborará um protocolo alternativo próprio e apresentará para a Amurel e ao Ministério Público ainda nesta quinta-feira, 16.