Sem posição do Estado, município prorroga vigência de decreto

Foto: reprodução

Embora a Amurel tenha sido classificada como risco potencial gravíssimo para a Covid-19, o Governo de Santa Catarina não incluiu a região no decreto publicado no último sábado, 15, onde restringe diversas atividades para regiões com essa classificação.

Desta forma, em reunião na tarde de ontem, 17, o Comitê Regional de Saúde da Amurel solicitou, de forma oficial, um posicionamento do Centro de Operações de Emergências em Saúde (COES) Estadual, razões técnicas que sustentem a decisão.

Segundo o Comitê, a matriz de risco é atualizada semanalmente e, por essa razão, não há coerência quando o Estado opta por esperar 14 dias da última atualização para apresentar qualquer medida.

Assim, no que diz respeito ao município de Tubarão, o decreto número 5.150/2020, que define diretrizes no combate à pandemia, foi prorrogado por mais sete dias, a contar desta terça-feira, 18.

Entenda os níveis de classificação da Covid-19 em Santa Catarina

Há quatro tipo de classificação: moderado, alto, grave e gravíssimo. Este último, tem como orientação da Secretaria Estadual de Saúde, que os municípios priorizem o isolamento social (quarentena); a investigação dos casos por meio de testagem e consequente isolamento dos confirmados e/ou suspeitos; a reorganização dos fluxos assistenciais; e, ampliação de leitos nos hospitais.