Transparência é questionada no projeto Protetores Ambientais

Foto: Grasi Vieira

Atendendo a demanda de adolescentes da Rede Municipal de Ensino de Capivari de Baixo, presidente da Câmara, vereador, Thiago Viana solicitou em Sessão esta semana, informações à Prefeitura sobre a real situação de parcerias e recursos destinados ao projeto Protetores Ambientais.

No início do ano, a Prefeitura de Capivari anunciou que havia formado parcerias,  junto à iniciativa privada, que garantiria a formação de mais uma turma. No entanto, em setembro os estudantes não participaram do desfile cívico do dia 7 por falta de uniformes. Além disso, a verba que mantém o projeto, não estaria sendo repassada como o esperado. Sem recursos para passeios e aulas práticas, a formação de Protetores, também, fica comprometida.

O Protetores Ambientais é um curso de formação que visa formar cidadãos que possam dar assistência à comunidade, estimular a mudança de comportamento e orientar para a preservação do meio ambiente. É uma parceria da Polícia Militar de Laguna, Conselho Municipal do Meio Ambiente, Judiciário de Capivari, Parque Ambiental Encantos do Sul, Associação Jorge Lacerda, Lions, Acicap, Engie, entre outras.

Nesta manhã, a Prefeitura de Capivari de Baixo por meio de sua assessoria de imprensa, informou ao Infosul que o Projeto Protetores Ambientais não é de responsabilidade do município. Também esclareceu que o Governo do Estado interrompeu o projeto e, com isso, inviabilizou diversas ações do programa.