Tubarão acerta ida de atletas para Náutico e Chapecoense

Caio Maximiano
Caio Maximiano
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

Dando sequência à uma das filosofias adotadas pela gestão da K2 Soccer, o Tubarão negociou mais dois jogadores revelados nas categorias de base do clube. Os atletas agora farão parte de duas equipes que estão entre as 40 melhores do futebol brasileiro. Natural da Cidade Azul, o lateral-direito Gustavo Café, de 17 anos, será jogador do Náutico (PE). Ele subiu ao profissional para a Copa Santa Catarina, mas não chegou a atuar. Outro jogador negociado neste mês foi volante Paulinho, de 18 anos. O garoto vestirá as cores da Chapecoense. Paulinho estreou no profissional do Tubarão na Copa Santa Catarina e marcou 1 gol diante do Marcílio Dias. Ambos atuarão na equipe sub-20 de seus respectivos clubes.

Nas duas negociações, o Tubarão cedeu o jogador sem custos e manteve um percentual visando uma futura venda. O formato de negócio já é prática comum no clube há muito tempo. Recentemente, vários jogadores seguiram para equipes maiores do futebol brasileiro com o mesmo molde. São os casos do goleiro Thiago e o meia Edinho, que foram para o Fluminense e do lateral-direito Natan Masiero e o atacante Rayan, que foram negociados com o Ceará. Um jogador que vinha atuando no profissional e também deixou o clube foi o zagueiro Anderson. Ele atuará no Atlético Goianiense, mas o Tubarão não fica com um percentual nesta transação. O contrato do defensor terminou e não foi renovado.

Convivendo com as dificuldades financeiras, o modelo de negociações adotado pelo Tubarão é uma forma de tentar, mesmo que a longo prazo, uma forma de solucionar este problema recorrente que assola e foi responsável pela retrocesso do clube nos últimos anos.

Outras negociações que seguiram o mesmo modelo (rescisão + mantém percentual econômico):

• Paulinho Novaes, Pedro Bez, Gustavo Torres e Jadson - Chapecoense
• Uesley Moura, Gabriel Nazário e Jean - Figueirense
• Kauan Bastian - Internaciona

Caio Maximiano
× Fale com o Infosul