Tubarão é rebaixado no Catarinense 2020

Foto: Leonardo Hubbe/Tubarão

O Tubarão está rebaixado, pelo menos por ora. O jogo de volta contra o descenso terminou nesta quarta-feira, 5, em 2 a 1 para o Concórdia. O galo do oeste já havia vencido por 2 a 0 a primeira partida e assim, consagrou sua permanência na elite do Futebol Catarinense. A homologação da queda à Série B ainda depende do Tribunal de Justiça Desportiva.

O provável aconteceu

O Tubarão estava marcado desde antes do início do campeonato. 2019 já não havia sido um dos melhores anos do peixe, no início do ano mesmo com investimento astronômico a equipe lutou para não cair e não caiu por muito pouco. Série D e Copa SC também tiveram muitos momentos negativos. Os fatos externos ao campo culminaram o vestiário. Salários atrasados, falta de transparência e a demora em admitir que algo estava errado mostravam que o caminho do Tubarão não seria outro.

Não, o torcedor não esquece que em um passado recente comemorou a conquista da taça da Copa SC. Ele não esquece que em 2018 viu a equipe terminar entre os quatro melhores do Estado e não esquece a histórica partida da Copa do Brasil. Mas principalmente, o torcedor não esquece o sonho vendido que acabou virando pesadelo.

A arquibancada que em 2017 e 2018 estava sempre lotada foi em 2019 já perdendo lotação. Neste ano de 2020 nem se fala, plano de sócios que sempre foram sucesso de vendas também perdeu força. Isso por não acreditar na equipe? Não. Mas por pouco a pouco não confiar mais na gestão do clube.

Levantar um ponto positivo dos últimos meses? Manter a base sólida. No entanto, colocar nos ombros desses garotos a responsabilidade de arcar com as consequências de problemas externos é cruel. A gestão do Tubarão pediu por essa queda e seria injusto “tapetão” para permanência. Pague sua dívida Tubarão, não só a do rebaixamento, mas literalmente todas elas.  E recomece mais uma vez, afinal como diz a letra de um dos cantos de sua apaixonada torcida “não importa a divisão, não vão te abandonar”.