Tubarão empata fora de casa com o São Caetano e fica a um passo da eliminação na Série D

Foto: Leonardo Lima | São Caetano Foto: Leonardo Lima | São Caetano

Por Caio Maximiano

O Tubarão viajou até São Caetano do Sul (SP) e ficou no empate em 1 a 1 com o São Caetano, neste sábado, pela 11ª rodada da Série D do Brasileiro. O Azulão saiu na frente do placar com Filipe Carvalho e o Peixe foi buscar o empate com Kassio Nathan. Escalado como titular, o camisa 10 marcou seu primeiro gol como profissional. O resultado deixa a situação da equipe no grupo A-8 irreversível e a eliminação será confirmada na segunda-feira, após o confronto entre Caxias e São Luiz. O vencedor desta partida garante o quarto lugar e não poderá ser mais alcançado. Caso o duelo termine empatado, o Caxias atinge os 16 pontos e também não poderá mais ser ultrapassado.

O Peixe ocupa a vice-lanterna com os mesmos 6 pontos do São Caetano. Novorizontino, Pelotas e Joinville já garantiram a classificação. Resta apenas uma vaga. Adversários nesta rodada, Caxias e São Luiz têm 15 e 13 pontos, respectivamente. O próximo compromisso do time comandado pelo técnico Isaque Pereira é na sexta-feira (13), contra o Novorizontino, às 16 horas, no Domingo Silveira Gonzales. A equipe paulista já garantiu a primeira colocação do grupo, faltando 3 rodadas para o fim da primeira fase.

FICHA TÉCNICA - SÃO CAETANO 1x1 TUBARÃO

Campeonato Brasileiro Série D 2020 - 11ª rodada

Estádio: Anacleto Campanella (São Caetano do Sul/SP)
Data e hora: 07/11/2020 - 18 horas
Árbitro: Augusto Domingos Borges Ortega (MS)
Auxiliares: Rodrigo Meirelles Bernardo (SP) e Leonardo Tadeu Pedro (SP)
Público/renda: jogo com portões fechados
Cartões amarelos: Filipe Carvalho (SAO), Matheus Eduardo (SAO), Vínicius Kuerten (CAT) e Vitor (CAT).
Cartões vermelhos: não houveram

GOLS: Filipe Carvalho (SÃO - 18'/1T) e Kassio Nathan (CAT - 41'/1T)

SÃO CAETANO: Caio, Matheus Eduardo, Gustavo, Matheus Santos e Victor Luiz; Douglas, Gian e João Gurdel (Rafael Menezes); Gerônimo (Emerson Lima), William Amorim e Filipe Carvalho (Marcus Vinícius). Técnico: Fabinho Félix

TUBARÃO: Rodrigo; Carlos Eduardo (Ramires), Vínicius Kuerten, Vitor, Gutierrez e Cássio (Anderson); Eduardo Meurer, Vico (Douglas) e Kassio Nathan (Thales Quadros); Gleydson e Kendy. Técnico: Isaque Pereira