Tubarão entra na reta final de preparação para a Série B e agenda dois testes

Caio Maximiano
Caio Maximiano
Foto: William Lampert | CA Tubarão

A estreia do Tubarão na Série B do Catarinense está cada vez mais perto. Desde janeiro sem entrar em campo para um jogo oficial, o Peixe volta a disputar uma partida no dia 30 de junho, contra o Carlos Renaux, no Domingos Gonzalez. O duelo contra a equipe do Vale do Itajaí é válido pela primeira rodada da segundona catarinense, competição que o Tricolor da Vila não disputa desde 2016.

Desde fevereiro, a preparação da equipe para os compromissos da temporada 2021 se dividiu em duas partes. O primeiro período de preparação teve início após o fim da Copa Santa Catarina e se estendeu até o dia 18 de março, quando as atividades foram paralisadas devido ao aumento de número de casos da Covid-19 na região da AMUREL. Os treinos permaneceram suspensos até o dia 03 de maio, quando o elenco se reapresentou. Desde então, além dos treinamentos, quatro jogos-treino foram realizados. A equipe do técnico Isaque Pereira foi goleada pelo Brusque por 7 a 0, empatou com o Criciúma e o sub-23 do Grêmio em 1 a 1 e goleou o Baruch, de Imbituba, por 7 a 0.

Últimos testes antes da estreia são agendados: Próspera e Pedra Branca

Para o mês de estreia na Série B do Catarinense, dois novos testes já foram agendados. Na sexta-feira (11), o desafio é contra o Próspera, que vem treinando com os jogadores que permaneceram no clube após o fim da campanha histórica no Catarinense. Sem Paulo Baier, que saiu para o Criciúma, o grupo é comandado por Jacson Almeida. O duelo está marcado para às 10 horas, com local a ser definido - Tubarão ou Capivari de Baixo. Já o segundo desafio acontece  no dia 23, uma semana antes da estreia na Série B. O adversário é o Pedra Branca, clube de Palhoça que deve disputar a Série C do Campeonato Catarinense deste ano. A atividade está marcada para às 15h e ocorre em Tubarão ou Capivari de Baixo.

As atividades contra Próspera e Pedra Branca serão as últimas antes da equipe do técnico Isaque Pereira antes da estreia no Campeonato Catarinense. Entre junho e julho, o Peixe terá sete partidas: Carlos Renaux (C), Fluminense de Joinville (F), Caçadorense (C), Inter de Lages (F), Camboriú (F), Barra (C) e Nação (F).

Salários atrasados preocupam, mas diretoria espera resolver parte da situação até dia 15

Não é de hoje que a situação financeira do Tubarão é preocupante. Enquanto se prepara para a disputa da segunda divisão do Catarinense, o clube convive com salários atrasados. A diretoria está em débito com funcionários e jogadores. Segundo o presidente Joca Zapoli, em entrevista ao Central do Esporte (103.7FM) na última semana, o atraso salarial com o elenco é de cerca de 20 dias. Já a situação dos funcionários é um pouco mais complicada. Os atrasos variam de 1 a 3 meses. Em decorrência dos salários atrasados, chegou a cogitar-se uma greve, o que não ocorreu.

Sobre o atraso salarial, Joca afirma que a diretoria espera resolver a situação o quanto antes, mas ressalta que ninguém é obrigado a permanecer no clube: "Não é correto atrasar salário. Estamos tentando regularizar o mais rápido possível. Quem está no clube, estamos nos empenhando pra pagar. Quem não está satisfeito, procure outra situação. Se não quiser trabalhar, peça pra sair. Ninguém quer que as pessoas passem mais dificuldade. Ninguém é obrigado a ficar no Tubarão. É triste a realidade, mas é a verdade”.

A diretoria do Tubarão espera resolver parte da situação até o próximo dia 15 de junho.

Oito reforços para o profissional foram confirmados para a Série B do Catarinense

Desde o início da preparação da equipe, oito jogadores foram oficializados pelo Peixe para a disputa da Série B. Chegaram ao clube o zagueiro Rafael Bahia (ex-Assisense), o lateral-direito Renan Brainer (ex-Corinthians), o lateral-esquerdo Éderson (futebol amador de Tubarão), os volantes Guilherme Abreu (ex-Grêmio) e Léo Carvalho (ex-Hercílio), os meias Felipinho (ex-Vitória), Jean Carlos (ex-Próspera) e Rafinha Potiguar (ex-ABC).

Para a categoria sub-20 também foram contratados vários jogadores, que podem vir a ser aproveitados pelo técnico Isaque Pereira na equipe principal: O goleiro Emerson (ex-Novo Hamburgo), os zagueiros Pedro Ibelli (ex-Sport) e Thiago Gabriel (ex-Grêmio Mauaense), o lateral-direito Ryan Weber (ex-XV de Piracicaba), o meia Lúcio Parise (ex-Toledo) e o atacante Luã (ex-Portuguesa-RJ).

Além dos reforços, o clube conta com o retorno de alguns jogadores que estavam emprestados. No profissional, o atacante Luciano, de 21 anos. O jogador estava emprestado ao Atlético-MG, retornou e foi emprestado novamente, para a Luverdense-MT. Após o fim do Estadual, ele retornou ao Domingos Gonzalez e está à disposição para o Catarinense. Já no sub-20, está de volta o volante Jorge Vinícius, de 18 anos, que também estava emprestado ao Atlético-MG desde 2019.

Caio Maximiano
× Fale com o Infosul