Tubarão Futsal conquista vaga inédita na semifinal da LNF!

Foto: João Duarte/Tubarão

Nove gols, duas viradas no placar e muitas jogadas bonitas. Tubarão e Praia Clube fizeram um daqueles jogos que todo amante do futsal adora. Melhor para o time tubaronense, que avançou à semifinal da Liga Nacional de Futsal (LNF) com uma emocionante vitória por 6 a 3, neste domingo, em Tubarão-SC - os times empataram em 2 a 2 na partida de ida das quartas de final em Uberlândia-MG. O adversário na semi será o Sorocaba, que passou pelo Cascavel neste sábado.

A LNF só definirá as datas dos jogos após a definição dos confrontos Joinville x Pato, que se enfrentam nesta terça, e Carlos Barbosa x Corinthians, que ainda não tem data para acontecer devido a um surto de Covid na equipe gaúcha.

Com dois gols marcados, Suelton e Passmani foram os artilheiros da vitória do Tubarão neste domingo. Completaram o placar para a equipe catarinense: Henrique e Ronaldo. Zazá, Johnny Kevin e Humberto balançaram a rede para o time mineiro, que se despede da competição.

Suelton abre o placar

O jogo começou movimentado com os dois times buscando o ataque. Aos dois minutos, Ronaldo chutou forte da ala-direita para a boa defesa de Gustavo, goleiro do Praia Clube. Aos quatro, o Tubarão saiu na frente, quando Suelton interceptou um passe de Neto e bateu com categoria para fazer 1 a 0. Aos cinco, Neto arriscou de longe, e o goleiro Henrique desviou para escanteio. Na jogada seguinte, Rafa finalizou rente ao poste, quase empatando a partida.

Aos 10, o Praia Clube chegou ao empate. Após roubada de bola e assistência de Humberto, Zazá tocou na saída de Henrique para igualar o marcador. Dois minutos depois, Jhonny Kevin dominou na entrada da área e encheu o pé. A bola bateu no travessão e quicou dentro do gol. Era a virada da equipe de Uberlândia.

O Tubarão não se entregou, e, aos 15, Serginho mandou na trave a chance do empate. Um minuto depois, o mesmo Serginho fez bela jogada individual pela direita, mas perdeu o ângulo e acabou finalizando na rede pelo lado de fora. Aos 17, foi a vez de o Praia Clube chegar com perigo. Atento, o goleiro Marcinho - que entrara no lugar de Henrique -, parou Mcdoval na cara do gol, evitando o terceiro da equipe mineira, que foi para o intervalo com 2 a 1 de vantagem.

Segundo tempo eletrizante

O segundo tempo mal começou, e o Tubarão chegou ao empate. Aproveitando um erro de saída de bola do Praia, Suelton fez o seu segundo gol na partida, igualando o marcador em 2 a 2. A virada não demorou a sair. Aos dois minutos, Passamani encheu o pé em cobrança de falta em dois toques e recolocou o time catarinense na frente.

O Praia Clube não se abalou e foi buscar a reação. Aos cinco, Humberto fez 3 a 3 num bate-rebate na área catarinense. Só que, aos sete, Henrique arriscou o chute da sua área e acertou o gol, encobrindo Gustavo: 4 a 3 para o Tubarão. O time mineiro mal teve tempo de respirar, pois Ronaldo marcou o quinto gol dos donos da casa logo depois da saída.

Mesmo com o placar adverso, o Praia Clube não desistiu do jogo. Aos 11, Neto chutou da intermediária, e a bola triscou a trave. Seis minutos depois, Rafa bateu cruzado, e Jhonny Kevin desperdiçou chance incrível, quase em cima da linha. A dois minutos do fim, Henrique fez defesa espetacular em bola chutada por Neto, que contou com desvio no meio do caminho.

Jogando o seu tudo ou nada na LNF 2020, o Praia seguiu pressionando até o fim. Só que foi o Tubarão quem marcou com Passamani, aproveitando o gol vazio do rival, que atuava com goleiro-linha naquele momento: 6 a 3, placar final.