Tubarão: idoso flagrado abusando sexualmente de animais é internado compulsoriamente

Foto: reprodução

No mês de maio, o Portal Infosul reportou o caso de um senhor de 75 anos, morador da cidade de Tubarão, que foi flagrado abusando sexualmente de uma ovelha. À época, a Polícia Civil, por meio da Divisão de Crimes Ambientais, prendeu o homem. A reclusão, no entanto, durou pouco tempo; ele foi solto 24 horas após o flagrante e, dias mais tarde, foi pego cometendo o mesmo tipo de crime novamente. Nesse último flagrante, acatando ao pedido da polícia, o Infosul não fez qualquer publicação. Segundo o delegado André Crisostomo, era melhor aguardar as investigações.

O histórico do acusado é extenso. A reportagem do Infosul conversou com alguns vizinhos, que relataram ser recorrente esse tipo de crime. "Eu mesma já resgatei vários cachorros amarrados no cercado dele. Ele é louco. Todo mundo aqui sabe o que ele faz, já cansamos de denunciar, mas nada acontece", disse uma moradora do bairro que terá sua identificação preservada.

Além da prática criminosa com animais, o idoso também andava sem roupas pelas ruas. "Várias vezes ele sai da casa dele e fica caminhando na rua pelado. Ele é agressivo. Se a gente falar alguma coisa, ele vem pra cima", continua a conhecida, inconformada.

O caso repercutiu nas redes sociais e, uma petição online foi criada com o objetivo de conquistar a internação compulsória do acusado. A petição recebeu quase 10 mil assinaturas.

Segundo o delegado responsável pelo caso, André Crisostomo, "Na época foi solicitado a realização de um exame médico-legal, com intuito de se contatar possível insanidade mental", conta. A possibilidade de internação ganhou força nas redes sociais, após a divulgação do caso e, uma petição online foi criada. O movimento conquistou quase 10 mil assinaturas.

Agora, dois meses após o ocorrido, em uma ação conjunta entre a 4ª e a 6ª Promotoria de Justiça, o acusado foi, finalmente, internado compulsoriamente no último dia 23. A decisão foi decretada pela Vara de Fazenda Pública da comarca de Tubarão.