Tubarão negocia jogadores após o fim da Série B do Catarinense

Foto: Fabrício Júnior | Caravaggio FC

Com o fim da Série B do Catarinense, grande parte do elenco do Tubarão deixou o clube em definitivo após o término de seus respectivos contratos. Já os ativos do clube — aqueles que possuem contrato mais longo — estão sendo negociados por empréstimo para outros clubes. São os casos do goleiro Rodrigo e José Rafael, o zagueiro Eduardo e o atacante José Carlos, que vão disputar a Série C do Campeonato Catarinense e o atacante Pablo, que foi para o futebol paulista. O jovem lateral-direito Ryan Weber e o atacante Luciano também deixaram o Domingos Gonzalez, rumo à São Paulo, mas em definitivo.

Emprestado ao Caravaggio, o goleiro Rodrigo estava no Tubarão desde 2018. No mesmo ano, ele participou do título do Campeonato Catarinense sub-17. Na temporada seguinte, foi promovido ao sub-20. Sua chegada aos profissionais aconteceu em 2020, durante a pré-temporada. Reserva no Catarinense, assumiu a titularidade na Série D, onde atuou em 7 jogos e permaneceu na meta da equipe também na Copa Santa Catarina. Em 2021, ele também iniciou a Série B do Catarinense entre os 11, mas acabou perdendo a titularidade para o companheiro Mártin Becker. No total, disputou 21 partidas na equipe profissional. Ele é natural de Porto Alegre (RS), tem 20 anos e 1.85m. No clube de Nova Veneza, ele trabalhará ao lado de Paulo Justo, preparador de goleiros do Tubarão até o fim do Estadual.

José Rafael (esq.) e Rodrigo (dir.) foram emprestados para a Série C do Campeonato Catarinense. Foto: William Lampert | CA Tubarão

Cedido ao Baruch Imbituba, José Rafael está no Tubarão desde o ano passado, quando chegou para integrar a equipe sub-20. Ele é natural de Natal (RN), possui passagem pelas categorias de base do ABC e tem 19 anos. Outro emprestado para a equipe imbitubense é o zagueiro Eduardo, de 19 anos, que foi revelado pelo próprio Baruch. Ele foi negociado em definitivo com o Tubarão antes da segundona catarinense e agora retorna para a disputa da Série C do Catarinense. O terceiro nome emprestado ao Baruch é o do atacante José Carlos, de 18 anos. Nascido em Campo dos Goytacazes, o jogador possui passagens pela categoria de base do Goytacaz, clube da cidade onde nasceu e também pelo Botafogo. Ele disputou 9 partidas na equipe profissional em 2021.

 

Outro empréstimo acertado pelo Tubarão foi o do atacante Pablo, de 21 anos, para o América (SP), que disputa a quarta divisão do futebol paulista. O jogador está sendo emprestado pela terceira vez — já havia sido cedido para Hammarby (SUE) e Grêmio Anápolis (GO). Ele chegou ao Tubarão em setembro de 2019 após passagem pelo José Bonifácio (SP). Na equipe tubaronense, disputou 13 jogos e marcou 1 gol.

Pablo foi emprestado para o América (SP) após o Estadual. Foto: William Lampert | CA Tubarão

Em definitivo, foram negociados o jovem lateral-direito Ryan Weber, de 19 anos e o atacante Luciano, de 21 anos. No clube desde o início do ano, Ryan chegou para o sub-20 após passagem pelo XV de Piracicaba (SP) e logo conquistou seu espaço na equipe profissional. Na segundona deste ano, ele disputou 11 partidas e marcou um golaço contra o Inter de Lages. O garoto está se transferindo para o Red Bull Bragantino (SP), com o Tubarão permanecendo com um percentual dos seus direitos econômicos.

O atacante Luciano também encerrou sua passagem pelo Tubarão e segue em definitivo para o Grêmio Mauaense, clube que disputa a Segunda Divisão Paulista — equivalente à quarta divisão estadual. Considerado uma promessa da equipe tubaronense, Luciano esteve emprestado ao Atlético-MG por dois anos. Ele retornou ao Tubarão em janeiro e foi emprestado ao Luverdense antes de retornar para a disputa da Série B do Catarinense. Na segunda divisão, atuou em nove jogos, marcou apenas um gol e deixou a equipe antes mesmo do fim da competição. O Tubarão manteve uma pequena fatia dos direitos econômicos do atleta.

Luciano foi negociado em definitivo para o futebol paulista. Foto: William Lampert | CA Tubarão

Até o momento, essas foram as únicas movimentações do Tubarão após o fim do Campeonato Catarinense. Há uma indefinição quanto ao futuro do clube. Vários funcionários foram dispensados. Em nota oficial divulgada em agosto, a diretoria informou que passaria por uma reformulação para 2022. O próximo compromisso da equipe é somente na Série B do Catarinense do próximo ano, que provavelmente será disputada no primeiro semestre.