Tubarão perde fora de casa para o Marcílio Dias pela Série D

Foto: Bruno Golembiewski | Marcílio Dias Foto: Bruno Golembiewski | Marcílio Dias

Por Caio Maximiano

O Tubarão foi derrotado pelo Marcílio Dias pelo placar de 3 a 0 no Estádio Dr. Hercílio Luz, na tarde deste sábado (31/10), pela 10ª rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. O resultado deixa a equipe em situação complicada na competição nacional. O Peixe ocupa a vice-lanterna com apenas 5 pontos e pode assumir a lanterna do grupo A8 em caso de resultado positivo do São Caetano. O próximo compromisso do time de Isaque Pereira é um confronto direto contra o próprio São Caetano. A partida será no próximo sábado (07/11), às 18h, no Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul.

O JOGO: 

Propondo o jogo, em seus domínios, o Marcílio Dias foi quem teve as melhores oportunidades no primeiro tempo. O Marinheiro finalizou 5 vezes ao gol, enquanto o Tubarão conseguiu a finalização em 3 oportunidades. A primeira chegada ao ataque veio com 2 minutos de partida. Eduardo Meurer encontrou Alex Nemetz dentro da área, que finalizou nas mãos de Belliato. O goleiro Rodrigo, destaque do primeiro tempo com 3 grandes defesas, fez sua primeira defesa aos 5 minutos. Paulinho arriscou chute rasteiro e forte de fora da área e o goleiro espalmou para salvar o Peixe. Aos 10, Vico cobrou falta na intermediária, à esquerda do gol de Junior Belliato. Aos 25, Rodrigo brilhou mais uma vez. Na saída de bola equivocada de Anderson, o atacante Ligeiro interceptou já ajeitando para Hélio Paraíba, que finalizou com muito perigo para grande defesa de Rodrigo. Aos 34, Aslen finalizou sem muito perigo. Foi o último chute do Tubarão na primeira etapa. Aos 38 e aos 40, duas boas chegadas do Marcílio Dias pela direita com finalização de Hélio Paraíba. Na primeira, grande intervenção de Rodrigo no contrapé para salvar o Tubarão. Na segunda, o atacante cabeceou com perigo por cima do gol. Aos 42, Rodrigo garantiu o empate - ao menos na primeira etapa - para o Tubarão. Anderson Ligeiro cortou para o meio e acertou um lindo chute. Rodrigo foi buscar no ângulo e espalmou para escanteio. Fim de primeiro tempo: Marcílio Dias 0x0 Tubarão

No segundo tempo, o Marcílio Dias teve novamente a primeira oportunidade. Aos 9, Marllon cobrou falta e Rodrigo defendeu com segurança. Aos 11, Rodrigo mais uma vez salvou o Tubarão. Alessandro fez jogada pela dieita e tocou para Felipe Pará, que finaliza para grande defesa de Rodrigo. Aos 13, o arqueiro do Tubarão fez outra grande defesa. Anderson Ligeiro cruzou pela esquerda na cabeça de Felipe Pará, que subiu de cabeça para a excelente defesa de Rodrigo. Aos 18, o Tubarão não suportou a pressão do Marcílio Dias. Paulinho cobrou escanteio na medida para o baixinho Marllon subir de cabeça e abrir o placar. Marcílio Dias 1x0 Tubarão

Aos 33, o volante Eduardo Meurer saiu jogando errado e deu a bola nos pés do atacante Medina, que saiu cara a cara com Rodrigo e anotou o segundo do Marcílio Dias na partida. Marcílio Dias 2x0 Tubarão. Aos 40, o Tubarão foi vítima da 'lei do ex'. Dois minutos após entrar, Zé Vitor recebeu livre no ataque e avançou para tocar na saída do goleiro Rodrigo e ampliar o marcador. Marcílio Dias 3x0 Tubarão

MARCÍLIO DIAS: Junior Belliato, Luiz Renan, Luan, Magrão e Paulinho; Diego Silva, Xavier (Alessandro) e Marllon; Nathan Ferreira (Felipe Pará), Hélio Paraíba (Zé Vitor)e Anderson Ligeiro (Medina). Técnico: Waguinho Dias

TUBARÃO: Rodrigo, Ramires, Gutierrez, Vitor e Anderson (Carlos Eduardo); Eduardo Meurer, Vico (Kássio Nathan) e Alex Nemetz (Edi); Aslen (Pablo), Kendy e Gleydson. Técnico: Isaque Pereira