Vereador pede CPI para investigar gastos com diárias em Pescaria Brava

Foto: Câmara de Vereadores Pescaria Brava

O município de Pescaria Brava, mais uma vez, é manchete de polêmica. Desta vez, uma denúncia do vereador Jaisson Castro de Souza (Progressistas) culminou na instauração de uma CPI na Câmara de Vereadores do município para investigar irregularidades em despesas de diárias de um servidor comissionado da Casa.

Para comissionados, a Lei Municipal fixa o valor de R$ 200 para diárias dentro do Estado. No entanto, o parlamentar afirma – na denúncia – que o servidor recebeu R$ 3.150 por três dias de deslocamento até a capital Florianópolis. Segundo o edil, o trabalhador deveria ter recebido R$ 600.

O caso será investigado, e se a denúncia for confirmada o resultado será encaminhado ao Ministério Público.