Virou rotina: Prefeitura de Jaguaruna não realiza repasse e funcionários do Hospital de Caridade ficam sem receber

Foto: reprodução

Ano novo, problemas antigos. Os funcionários do Hospital de Caridade de Jaguaruna enfrentam, mais um vez, o drama do atraso salarial. O pagamento referente ao mês de dezembro, que deveria ser pago ontem, quarta-feira, 08, não caiu na conta dos colaboradores.

A assessoria do Ideas, empresa que administra a instituição, disse ao Portal Infosul, de forma não oficial, que está em “iminência de paralisar o atendimento médico hospitalar do HCJ, devido ao atraso do repasse da Prefeitura de Jaguaruna que chega a R$ 374 mil”.

O Infosul também apurou que a direção do hospital tenta uma reunião urgente com a prefeitura de Jaguaruna ainda nesta quinta-feira, 09. Procurado pela reportagem, o prefeito Edenilson da Costa não respondeu nossas mensagens. O Sindicato da Saúde de Tubarão e Região também não se manifestou até o fechamento desta nota.

No ano passado os trabalhadores entraram em greve em duas oportunidades. A primeira vez em novembro e a segunda em dezembro. Nesta última, os pagamentos só foram efetuados graças à um repasse de emenda parlamentar.

O Hospital de Caridade de Jaguaruna conta com 37 colaboradores. A crise na instituição perdura por, pelo menos, 10 meses.