Você sabia que a teoria do Big Bang foi proposta por um padre e teve até aprovação do Vaticano?

Imagem: reprodução

Na maioria do tempo o que vemos e a constante briga da igreja com a ciência, muitas vezes na idade média resultando em morte ou exílio. No entanto, em varias situações os conhecimentos  foram gerado pelo membros da própria igreja. Um dos exemplos mais emblemático e a moderna teoria do Big Bang que foi elaborada por ninguém menos do que um padre. Georges Lemaître. Chegando ao longo dos anos, a conquistar a admiração de Albert Einstein e até mesmo a aprovação do Vaticano.

Originário  Bélgica, Lemaître  Nasceu em 1894, e  desde cedo mostrou inclinações tanto para a física e a matemática quanto para sua vocação sacerdotal. Em 1913, ele se formou em engenharia pela Universidade Católica de Lovaina.

Foi Em 1931,que  Lemaître publicou a primeira formulação explícita da teoria do Big Bang, inicialmente chamada de teoria do átomo primordial.  usando os princípios da Teoria da Relatividade Geral de Einstein, ele formulou uma teoria sobre a expansão do universo e a distância entre as galáxias.  No trabalho, ele defendia que todo o universo teve início em uma partícula hiperdensa e quente que explodiu e continuou a se expandir.

Em  1964 deu se a descoberta da radiação cósmica de fundo de micro-ondas cósmicas, que foi  a prova definitiva de sua teoria astronômica fundamental do Big Bang,  Lemaître morreu em 1966.

 

Esse texto é de responsabilidade do autor e o espaço neste site é cedido ao mesmo. O Infosul não se responsabiliza pelas informações contidas aqui. Sugestões, críticas ou elogios podem ser enviados para o e-mail: redacao@portalinfosul.com.br.